Skip to content

Abres - Associação Brasileira de Estágios

A importância da leitura

O hábito pode ser um grande diferencial no mercado de trabalho. Acompanhe!

A atual crise econômica e também a alta concorrência impactam diretamente no mercado de trabalho e agravam, para muitos estudantes, o ingresso no mundo corporativo. As exigências são cada vez maiores e os candidatos têm de se esforçar muito para preencher os requisitos. Todavia, em meio a tanto esforço, um item acaba passando batido e muitos são eliminados nas primeiras etapas do processo seletivo. Trata-se do correto uso da língua portuguesa.

Segundo uma pesquisa realizada pelo Nube, durante o ano de 2014, 40,6% dos aspirantes a uma vaga são desclassificados, logo de cara, por conta de erros de português e má comunicação. O motivo esse índice atingir uma média tão alta está em um hábito antigo, porém a cada dia menos utilizado: a leitura.

Culturalmente, a população de nosso país não tem o costume de ler, contudo, a situação se agrava ainda mais com o uso da Internet. Afinal, com as novas tecnologia, hoje, tudo se encontra com um clique. O conhecimento, por meio de estudos e pesquisas, é deixado de lado, pois as pessoas passam a ir atrás apenas de informação.

Logo, os interessados em conquistar uma boa colocação devem correr atrás do prejuízo, mas isso não deve ser motivo para aflição. Para começar, escolha um exemplar de qualidade, até mesmo uma boa revista e comece lendo de três a cinco páginas por dia. Dessa forma, o seu raciocínio passará a ser desenvolvido e, quando menos esperar, você já estará escrevendo e falando corretamente, sem gírias e gerundismos.

Lembre-se: você como colaborador será o cartão de visita da empresa e, por isso, além de uma imagem coerente com o ambiente corporativo, terá de apresentar uma gramática correta e uma comunicação eficiente. Com essas habilidades, você, certamente, estará na frente de muitos candidatos.

Boa sorte!

Seme Arone Junior é presidente da Abres - Associação Brasileira de Estágios