Skip to content

Abres - Associação Brasileira de Estágios

Bem me quer, mal me quer

O momento de optar por uma organização para fazer um estágio é precioso e requer atenção do candidato

Se está em busca de uma oportunidade e não consegue obter êxito em sua busca, fique atento ao seu comportamento. Muitas vezes, atirar para todos os lados mostra despreparo e falta de interesse em um candidato. Portanto, vale pesquisar sobre a organização e verificar se realmente tem interesse em determinada vaga.

A concorrência, cada dia, é maior. De acordo com a 62ª edição do Boletim Mercado de Trabalho, divulgado em maio pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), a faixa etária entre 14 e 24 anos é a mais atingida pelo desemprego no Brasil, alcançando o índice de 27,2%. Já segundo levantamento da Abres, dos mais de 16 milhões de alunos aptos a estagiarem no país, apenas um milhão consegue de fato exercer a atividade. Nessa ânsia de conquistar a posição de sucesso, muitas vezes, pontos específicos e imprescindíveis para a motivação diária no mundo corporativo são deixados de lado.

Sem dúvidas, ingressar no mundo corporativo, para muitos, é uma necessidade urgente. Todavia, você passará a maior parte do seu dia na empresa, não será com familiares ou amigos. Logo, é fundamental prestar atenção, principalmente, na rotina a qual será submetido. Veja se prefere trabalhar em escritório ou na rua, falando ao telefone, ou no computador, com qual ramo mais se identifica e se os valores de determinada organização condizem com os seus.

Utilize o tempo da faculdade para experienciar o mundo corporativo por meio de um estágio. Além de ser a principal porta de entrada no mundo corporativo, também permite colocar em prática o conteúdo aprendido em sala de aula e verificar qual setor mais condiz com suas ambições.

Pesquise bem antes de se candidatar a uma oportunidade e, se de fato estiver compatível com suas ambições, acredite em seu potencial.

Seme Arone Junior é presidente da Abres – Associação Brasileira de Estágios