Skip to content

Abres - Associação Brasileira de Estágios

Estagiário pode ser efetivado?

Saiba se jovens podem ser efetivados e como funciona esse processo

Segundo a Lei 11.788, o tempo máximo permitido para se estagiar é de dois anos no mesmo estabelecimento. Ao final do contrato, o jovem pode ser efetivado ou dispensado. Entretanto, é comum ver gestores mostrando interesse em assinar carteiras, antes mesmo desse período se encerrar. O motivo: o bom desempenho do estudante. Porém, muitos têm dúvidas sobre como funciona esse processo.

Não é segredo: oferecer a oportunidade de ingressar no mercado de trabalho é uma excelente maneira de investir nesse profissional em início de carreira. Também serve para desenvolver os futuros talentos de uma empresa. Ou seja, a formação de líderes e excelentes funcionários começa, justamente, em programas e vagas de estágio.

É fundamental valorizar essa figura na corporação e visualizar seu potencial. Empreender nessa mão de obra só trará benefícios. A sala de aula é uma fábrica de conhecimentos e é no mercado de trabalho onde essa sabedoria será aplicada. Logo, muitas portas podem ser abertas e a corporação inteligente saberá aproveitá-las.

Se a demanda por um novo colaborador é grande, invista em um estagiário, treine-o, capacite-o e assine sua carteira! É extremamente positivo fornecer essa possibilidade! Infelizmente, o desemprego entre os jovens é muito alto e, se cada gestor, der a chance para esses brasileiros, mudaremos a história do nosso país!

Seme Arone Junior - Presidente da Abres