Skip to content

Abres - Associação Brasileira de Estágios

::24-02-2018 / Idgnow

Quais são os principais obstáculos para ser aprovado em uma vaga de emprego?

Com a alta concorrência, os estudantes estão cada vez mais atentos às exigências do mercado e buscam se especializar. Ainda assim, muitos não conquistam uma oportunidade. Para entender a percepção dos jovens sobre esse cenário, o Núcleo Brasileiro de Estágios - Nube fez uma pesquisa com o seguinte questionamento: “Por que é tão difícil ser aprovado para uma vaga?”. O resultado apontou para alta demanda e baixa oferta.

O levantamento ocorreu entre 11 e 22 de dezembro de 2017 e contou com a participação de 1.994 respondentes. A faixa etária estudada foi de 15 a 26 anos, com pessoas de todo o Brasil. Duas das alternativas concentraram o maior número de votos. Assim, 36,81%, ou 734 pesquisados, atribuíram a complexidade ao fato do “número de vagas ser pequeno” e outros 34,05% (679) disseram “haver alta disputa e candidatos muito qualificados”.

Atualmente, segundo dados do Inep/MEC, há 17,6 milhões de educandos no País, contudo, de acordo com informações da Associação Brasileira de Estágios (Abres), apenas 1 milhão consegue estagiar.

Para Jéssica Ferreira, analista de treinamento do Nube, mesmo diante desse cenário, quem busca uma colocação não pode desanimar. “A economia brasileira passou por um período de recessão, gerando taxas de juros e inflação acima da média. Hoje, 12,9% dos brasileiros encontraram-se desempregados. Tais índices se assemelharam ao ano 1991, durante o Plano Collor”, comenta.

Todavia, já ocorre um aquecimento do mercado e o Nube estima, apenas para o primeiro trimestre do ano, um crescimento de 9,4% nas colocações para estagiários. “Portanto, cabe a cada um aproveitar o momento e dedicar-se para a conquista de sua posição de sucesso”, incentiva.

Empresas exigem demais?

Mesmo dando o seu melhor, 20,36% dos votantes (406), veem obstáculos, pois “as empresas exigem demais”. Para a especialista, é natural as organizações serem mais criteriosas, levando em conta o número de pessoas bem qualificadas disponíveis. “Por isso, é importante o aluno se qualificar, por meio de cursos correlatos à sua área, muitos gratuitos e disponíveis na Internet”, indica.

Por fim, para 8,78% (175), “os processos seletivos são muito rigorosos”. Quem tem dificuldades nas dinâmicas, o conselho é ser sincero e investir no marketing pessoal. “Essa é a chance de se mostrar e se destacar dentre os demais. Então, é aconselhável enfrentar a ocasião com franqueza e tranquilidade”, finaliza Jéssica.