Skip to content

Abres - Associação Brasileira de Estágios

Quanto tempo dura um estágio?

Veja qual o período máximo de um estagiário e quais as soluções após o término do contrato

A fim de aumentar as oportunidades, foi estipulado um prazo máximo para o jovem estagiar em uma empresa. O programa configura-se como as atividades de aprendizagem, proporcionadas ao estudante, realizadas em uma organização. Portanto, é estabelecido o contato direto com a profissão escolhida.

De acordo com a lei nº 11.788, em vigor desde 2008, o período do programa não pode exceder dois anos em uma mesma corporação. Isso permite ao aluno estagiar em instituições diferentes durante todo o seu curso. A exceção é para estagiário portador de deficiência. Nesse caso, o contrato poderá ser renovado quantas vezes for necessário.

Durante esse tempo, o aluno já terá desenvolvido todas as suas competências referentes aquela ocupação e também avaliado se a área está de acordo com seus interesses e planos. Caso isso aconteça, ele estará pronto para assumir novas responsabilidades e dar um passo a mais em sua jornada.

Após esse período, o contratante pode optar pelo seu desligamento ou pela sua efetivação. A segunda opção é a mais comum e ocorre quando há um bom relacionamento e desempenho do jovem. Ou seja, ele já se adaptou com a cultura, a equipe e as suas funções, enquanto o supervisor avaliou o seu comportamento. Assim, se incentiva a retenção do colaborador.

O estágio é a melhor porta de entrada para o âmbito do trabalho. Por meio dele, é proporcionado a conciliação dos conteúdos aprendidos na sala de aula com a vivência da profissão. Além disso, é uma oportunidade para quem estuda ter a sua primeira experiência no mercado e a chance de uma futura contratação.

Seme Arone Junior é presidente da Abres – Associação Brasileira de Estágios