Skip to content

Abres - Associação Brasileira de Estágios

Estagiário tem férias?

O estagiário também ganha o direito de um tempo de repouso. Saiba como a legislação estabelece essa questão

A rotina de quem trabalha e estuda, em determinado momento, pede uma pausa. Afinal, conciliar as tarefas do ambiente corporativo e as atividades do mundo acadêmico, pode ser exaustivo. A partir dessa questão, a lei 11.788/08 estabelece um regulamento o qual concede ao estagiário o direito a um tempo de descanso.

Não se trata de férias propriamente ditas, o termo correto é recesso remunerado. Conforme diz a legislação, no artigo 13, esse período é proporcional à duração do estágio, o qual pode ser aproveitado no mesmo período sem aulas. Ou seja, se o contrato for igual ou superior a um ano, o estudante tem direito a 30 dias, se for de seis meses, ele terá 15 dias apenas.

A remuneração, nesse período, é uma excelente oportunidade para o jovem usufruir seu tempo livre para o seu próprio benefício profissional e se capacitar. Dessa maneira, ele pode realizar cursos na área, aprender um novo idioma e participar de palestras. Lembre-se: o mercado de trabalho está cada dia mais competitivo, se manter atualizado e buscar se destacar, será o seu grande diferencial.

Por meio dessa questão, todos ganham. A empresa, porque terá um colaborador mais motivado e também o estagiário, pois terá tempo para aprimorar os seus conhecimentos e voltará renovado e com mais disposição para realizar seus afazeres na corporação. Ou seja, aproveite esse momento e se torne um profissional de excelência.

Seme Arone Junior é presidente da Abres – Associação Brasileira de Estágios